top of page

Missas e eventos da Paróquia

ENTENDENDO O DOMINGO DE RAMOS

Por todas as regiões de Israel: Judéia, Galileia, Samaria, caminhos por onde Jesus andou, é muito comum vermos as palmeiras de tâmaras – tamareiras – e o cultivo das oliveiras, de onde é extraído o azeite de oliva, dois alimentos básicos da época de Jesus.

Os Romanos tinham por costume dar aos vencedores de disputas, de campeonatos, de batalhas, a “coroa de louros” que até os Césares usavam como sinal de realeza.

Jesus, conforme evangelho de São Marcos, vinha da realizações de milagres sobre milagres, tais como a multiplicação de pães, cura de doentes, ressuscitação de Lázaro.

O povo, já cansado das opressões e dos pesados impostos que o Império Romano cobrava, via em Jesus um “Salvador” deste mundo, que iria libertar Israel do jugo de Roma. No entender deles, nada melhor que um Rei que multiplicava pães, curava doentes incuráveis e ainda não os deixaria morrer.... Ainda não tinham entendido o que Jesus queria dizer com suas palavras: “Meu Reino não é deste mundo...”

Quando souberam que Jesus estava vindo à Jerusalém, correram ao seu encontro e para aclamá-lo “Rei”, apanharam ramos de palmeiras e oliveiras para saudá-lo. E Jesus entra em Jerusalém sendo aclamado pela multidão!!!

Mas, a realidade logo se estabeleceria e Jesus, indo ao Monte das Oliveiras, passa a noite em vigília de oração, por nós e por ele próprio, chegando a pedir ao Pai: “Pai, se possível afasta de mim este cálice, mas não se faça a minha vontade, porém a Sua.” A angústia foi tão grande que ele chegou a suar sangue, condição extrema de stress!!

E, nesse mesmo jardim das Oliveiras, ele é preso e se inicia o sofrimento da sua paixão!

Pensemos e meditemos, ao menos um pouco, vendo os lugares onde ele viveu, sobre a paixão de Jesus que, sendo Deus, por puro amor à nós, aceita sofrer todos os passos de sua flagelação para a remissão dos nossos pecados e restabelecimento do Reino Celeste no meio de nós!


Palmeiras - tamareiras - do Monte das Beatitudes em Israel.

Palmeiras - tamareiras - do Monte das Beatitudes em Israel.

A Oliveira de Tagba - local da multiplicação dos pães

Campo de oliveiras - olival - perto de Jerusalém

Jesus no Getsêmani

Horto das Oliveiras

Os guias locais contam que um houve um grande incêndio no Horto e apenas algumas oliveiras sobreviveram.

As fotos abaixo são de uma oliveira que os guias locais

dizem ser contemporânea a Jesus

O seu tronco mostra os sinais da passagem dos tempos....

E, nesse mesmo jardim das Oliveiras, ele é preso

e se inicia o sofrimento da sua paixão!

Esculturas da Via Sacra do Santo Sepulcro em Jerusalém

E Jesus morre na cruz por nós!!!

Meditemos na dor que sofreu sua mãe!!!

Fotos por Candida T R Brites.






















77 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
_edited.jpg
bottom of page